Feito épico de Thiago Reis na Super Randonnée Permamente de Guaratinguetá

 

Hoje prestamos nossa homenagem ao Thiago Reis, nosso companheiro de Itabira, pelo seu mais épico feito até então.

Thiago Reis tem levado sua paixão pelo ciclismo de longa distância ao limite. Em 2016 já conquistou seu primeiro título de Super Randonneur, cumprindo toda a série de 200, 300, 400 e 600 km. Além disso, completou, também em 2016, os 1.000 km do Brevet das Bandeiras em São Paulo. Ele sempre está pedalando conosco ou nos dando um suporte na organização dos brevets que realizamos em Itabira.

Nem bem a temporada de 2017 começou, e Thiago já se propôs um dos maiores desafios do randonneuring nacional: a Super Randonée Permanente de Guaratinguetá. E ele foi lá e venceu! As palavras do Thiago nos revelam a amplitude desse desafio.

Não tenho dúvidas que esse é o desafio mais duro de ciclismo de longa distância do Brasil!
Obrigado Jesus por ter me dado força, saúde, determinação e grandes parcerias para ter realizado mais essa dura prova!
Primeiro MINEIRO a ter realizado e concluído o SR 600km Permanente Guaratinguetá! Abrindo as portas para os mineiros… sejam bem vindos… hehehe…
Obrigado my Love Adriana Reis ! O seu apoio e seu amor são combustível de sobra para eu realizar cada loucura ciclística… e obrigado a cada amigo, parceiro de pedal, enfim, a todos que torceram para que esse momento fosse concretizado!!! God is Good, all the time!!!

 

Foram 49 horas e 43 minutos de tempo total para percorrer o trajeto de pouco mais de 600 quilômetros da Super Randonnée Permanente de Guaratinguetá, sendo 39 horas e 08 minutos pedalando. Um desafio pessoal que apenas poucos ciclistas venceram.

Você pode conferir o registro desse feito no Strava.

 

Para quem não conhece as SR Permanentes, elas se caracterizam por:

  • Percurso de ao menos 600 km.
  • Subida acumulada de ao menos 10.000 metros.
  • 50 horas de tempo limite para completar o percurso (na modalidade Randonneur).
  • Não possui data fixa.
  • Ciclista inteiramente autônomo.

Essas são provas tão difíceis que, só existem em torno de 50 SR Permanentes autorizadas pelo Audax Club Parisien, sendo:

  • 1 na Alemanha.
  • 3 na Austrália.
  • 1 na Áustria.
  • 1 no Brasil (SR Guaratinguetá).
  • 1 na Bulgária.
  • 1 no Canadá.
  • 1 na Croácia.
  • 7 na Espanha.
  • 14 nos Estados Unidos.
  • 8 na França.
  • 1 na Grécia.
  • 1 em Israel.
  • 2 na Itália.
  • 4 no Japão.
  • 1 na Noruega.
  • 1 em Portugal.
  • 1 na Rússia.
  • 1 na Eslovênia.
  • 2 em Taiwan.
  • 1 na Ucrânia.

 

O relato mais detalhado e o convite feito pelo Thiago para que mais randoneiros mineiros enfrentem o desafio da SR Guaratinguetá podem ser vistos aqui. Vale muito a pena aprender com a experiência compartilhada.

Parabéns, Thiago, pela sua conquista!

Continuaremos pedalando juntos em 2017 e nos anos que virão.

 

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta