confpedalante01-04

Primeira reunião dos organizadores, 06/09/14
Primeira reunião dos organizadores, 06/09/14 – Fundadores: André Schettino, André Duarte (Andrei), Antonino Coutinho (Nino), Vinícius Mundim, Luiz Diniz, Vinícius Túlio.

 

 

  • Antonino José Coutinho 

nino_urbano2011

Utiliza a bicicleta como deslocamento no dia-a-dia desde a adolescência. A partir de 2010, decidido a continuar levando uma vida sem carro, começou a ter um olhar mais crítico sobre o ciclismo veicular, passou a realizar cicloviagens como uma expansão deste pensamento (a bicicleta levando o ciclista aonde ele planejar), e se interessou especialmente pelas bicicletas reclinadas, entre outros tipos de bicicletas. Tem experiência nas séries de BRMs organizados pelos clubes Audax Rio e Audax Randonneurs São Paulo, tendo já participado de mais de 20 brevets e completado três Séries Super Randonneur.

 

 

 

 

 

 

  • Vinicius Mundim Zucheratto e Figueiredo 

IMG_2199

Ciclista desde 2003, pedala por esporte, transporte e cicloturismo. Já concluiu BRM200 em Curitiba (2007) e no Rio (2011). Atua como voluntário em grupos de Belo Horizonte (RUTsBike Anjo BH, Mais Aventuras e Associação BH em Ciclo). Pedala longas distâncias por prazer, chamando amigos para jornadas entre 100 e 200km, apelidadas de Roubax.

 

 

 

 

 

 

 

  • André Felipe Pinto Duarte 

andrei

Utiliza a bicicleta como modal de transporte. Curte cicloviagens e pedaladas de todo tipo. Com uma MTB concluiu seu primeiro BRM200 em 2014 (Niteroi-Saquarema). Participa de grupos e associações tais como BH em Ciclo e Bike Anjo BH.

 

 

 

 

 

 

 

 

  • André Schetino

IMG_6422

Apaixonado por viagens e bicicletas (de preferência juntas). Minha história com a bike começa desde a infância. Mas foi na época da faculdade, por volta de 2001, que passei a utilizar a bicicleta como meio de transporte e no cicloturismo. No ciclismo de longa distância posso destacar o Brevet de 200km em Rio das Ostras (2013), além de muitos pedais e cicloviagens pelo Brasil e pelo exterior. Meus estudos e experiências sobre a bicicleta e o ciclismo são registrados no site Até Onde Deu pra Ir de Bicicleta, que criei e mantenho desde 2009.